CDL INFORMA

NOTÍCIAS

06/11/2018 15:12

Juiz faz audiência com militares para decidir prisão do cabo Gerson

  • Fonte: Arthur Santos da Silva/midia news
Foto: reprodução

O juiz Marcos Faleiros, titular da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, comanda nesta terça-feira (6) sessão para julgamento da prisão do cabo PM Gerson Corrêa Júnior. Gerson é réu confesso do esquema de interceptações telefônicas ilegais que ocorreu em Mato Grosso e teve a prisão decretada no dia 19 de outubro, acusado de descumprir medida cautelar imposta pela Justiça.  

Na sessão determinada por Faleiros, o Conselho de Sentença, composto por oficiais de alta patente da Polícia Militar, deverá referendar ou não a prisão de Gerson. O grupo é formado por 4 oficiais e um juiz de direito.

Gerson foi visto em uma boate de Cuiabá, no período noturno. Em um primeiro momento, negou ter descumprido a cautelar, mas quando imagens e registros de sua presença vieram a público, o militar confessou a irregularidade. Gerson alegou que foi buscar sua mulher, depois de um desentendimento.  

O policial estava solto sob uma série de condições impostas pelo juiz Murilo Mesquita, que até então era quem coordenava o processo dos grampos ilegais na Vara Militar. No pedido de nova prisão o Ministério Público Estadual (MP) destacou que houve evidente intenção de Gerson em descumprir as medidas cautelares.   

Esta não é a primeira vez que Gerson Corrêa descumpre medidas do tipo. Ele já foi acusado de ter saído da sede do Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), na época em que cumpria prisão preventiva, para ir a boate de shows eróticos em Cuiabá.

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar