CDL INFORMA

NOTÍCIAS

05/11/2018 15:07

Ameaçado, Bolsonaro deve ganhar reforço na segurança

  • Fonte: Agora MT
Foto: reprodução

Mesmo com o fim da eleição, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) continua recebendo ameaças conforme informou a área de inteligência do Governo, por isso o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Sérgio Etchegoyen, encomendou à equipe um estudo para reforçar a segurança de Bolsonaro e sua família a partir da posse do novo presidente, em 1º de janeiro.

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e a PF se reuniram, na semana passada, para discutir o novo esquema reforçado no governo de transição.

Após o atentado que sofreu durante a campanha, Bolsonaro teve sua segurança reforçada pela Polícia Federal. Anunciado como futuro ministro da Defesa, o general da reserva Augusto Heleno chegou a divulgar um vídeo na véspera da eleição com o alerta para uma “real ameaça de atentado terrorista” contra Bolsonaro, articulada por uma “organização criminosa”.

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar