CDL INFORMA

NOTÍCIAS

05/11/2018 14:40

Após fuga e tombo, dois são presos na fronteira com fuzil e moto roubada

  • Fonte: Gazeta Digital
Foto: Divulgação

Policiais do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron) prenderam dois homens com um fuzil e uma motocicleta roubada na noite deste domingo (4) na zona rural de Porto Esperidião (322 km de Cuiabá). Os suspeitos são Amarildo dos Santos Campos, 29, e Gabriel Burgo Barros, 22. Com a dupla também foi apreendido um revólver roubado, calibre 38 com 6 munições intacatas. Um 3º suspeito conseguiu fugir.

Segundo o boletim de ocorrências, os policiais faziam rondas em uma estrada vicinal conhecida como “Estrada do Buriti” no sentido Brasil-Bolívia, quando avistaram no sentido contrário, duas motocicletas de cor amarela e vermelha, sendo uma ocupada por duas pessoas. Ao perceberem a aproximação da polícia, os criminosos fugiram pelo pasto de uma fazenda em direção a uma mata que faz margem ao rio Aguapey.

Na fuga, os suspeitos caíram das motocicletas por causa do terreno acidentado. Ainda assim, continuaram fugindo a pé até a margem do rio. Após buscas na região, ambos foram localizados e presos.

Amarildo era o condutor da motocicleta vermelha e com ele foi encontrado o revólver calibre 38 com 6 munições intactas que se tratava de produto de roubo ou furto. Gabriel era o garupa da moto. Na fuga os militares perceberam que ele havia dispensado um objeto que aparentava ser uma arma longa. Pouco depois de confirmado pelo suspeito, a polícia encontrou um fuzil de ferrolho manual com a numeração raspada.

Questionado pelos militares sobre a procedência da arma, Gabriel informou que alguns dias antes do fato, um boliviano no município de Pontes e Lacerda (445 km de Cuiabá) havia lhe oferecido R$ 500 para que fosse até a cidade de San Matias na Bolívia e trouxesse o fuzil. Sobre o revólver calibre 38, ele disse ter sido comprado por R$ 2 mil também em San Matias.

O homem da motocicleta fugiu e não foi localizado. O veículo que ele conduzia apresentava adulteração no chassi e após checagem foi constatado que se tratava de produto de roubo ou furto. Amarildo e Gabriel negaram conhecê-lo. Na mochila abandonada pelo criminoso fugitivo foi encontrado um capuz preto e duas lanternas.

Os presos e o material apreendido foram encaminhados para a delegacia da Polícia Civil de Porto Esperidião. Eles irão responder pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso permitido, receptação e adulteração de veículo.

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar