CDL INFORMA

NOTÍCIAS

13/09/2018 15:45

Cartório Eleitoral de Juína recebe 134 urnas eletrônicas para as eleições de 2018

  • Fonte: Juína News
Foto: Juína News

O chefe do cartório eleitoral Waldomiro Ormond falou a imprensa sobre a chegada e os testes realizados em todas as urnas recebidas, sendo que se somam um total de 134 urnas que atenderão os municípios de Juína e Castanheira, onde juntos somam-se um total de 37 mil eleitores aptos a votarem.

Waldomiro ressaltou ainda que os testes são necessários para verificar o funcionamento das mesmas, onde de certifica que as bobinas de impressão e outros componentes estão funcionando de forma correta, evitando assim possíveis transtornos no dia da eleição.

No dia 26 de setembro acontecerá a audiência de carga e lacre, onde serão inseridos os nomes dos candidatos e números de suas siglas nas urnas, e Waldomiro aproveitou e convidou os munícipes de Juína e Castanheira para se fazerem presentes juntamente com as autoridades, juiz, promotor de justiça e toda equipe do cartório eleitoral, dirigentes dos partidos políticos e a OAB subseção de Juína, e que seria importante a participação da população no ato para que o processo eleitoral ocorra de forma mais transparente possível.

Waldomiro lembrou que o cartório eleitoral tem trabalhado de forma intensiva nos últimos dias para garantir uma eleição tranquila e lembrou que a justiça eleitoral dispõe de um aplicativo para celulares (pardal) que recebe denuncias de infrações cometidas por candidatos e partidos, facilitando assim uma melhor fiscalização e punição quando a veracidade da denuncia for constatada.

O aplicativo poderá ser baixado em qualquer aparelho de celular que possui o sistema de androide e IOS, e as denuncias feitas seguirão para o cartório eleitoral simultaneamente e serão apuradas de forma urgente, e caso havendo alguma notícia grave o juiz já tomará as providencias.

 

Comentários

Eleitor 17 / Set / 2018 - 21:10
A urna da fraude chegou. A urna faz o que é programado para fazer, cadê as impressoras?Acorda Brasil!

Comentar