CDL INFORMA

NOTÍCIAS

04/08/2018 20:50

Assaltante morto pela PM tinha passagens por roubo a hotel e de celulares em Juína

  • Fonte: Juína News
Foto: Divulgação

O assaltante Luiz Carlos Souza Silva, vulgo “Leleo”, de 24 anos, que morreu com um tiro na cabeça na manhã deste sábado, dia 04, dentro de um veículo Fiat Uno após cometer um assalto com mais dois comparsas e roubarem mais de R$ 100 mil de um escritório de uma madeireira tinha passagens por outros roubos praticados na cidade.

Leleo segundo a polícia cometeu roubos no hotel Varandas e outros de aparelhos celulares de populares no município. Ele chegou a ser preso e responder pelos crimes.

Na manhã de hoje em companhia de Samuel Lima Oliveira, 26, ele cometeu um assalto no escritório de uma serraria. Próximo das 8h, a dupla em posse de revolveres calibres 38 utilizando de violência rendeu funcionários da empresa e levaram dinheiro, celulares e jóias. O responsável pela empresa que teve seu aparelho Iphone roubado começou a monitorar a fuga dos bandidos por intermédio de um rastreador que o próprio aparelho tinha, onde eles foram localizados na Avenida JK.

Viaturas da Polícia Militar foram mobilizadas na ocorrência quando a guarnição de moto patrulhamento deu ordem para que o veículo Fiat UNO com placas de Brasnorte parasse, porém foram recebidos a bala e no revide os policiais atiraram e mataram Leleu ,os comparsas ficaram feridos e acabaram sendo presos.

Os criminosos baleados receberam cuidados médicos ainda na calçada onde foram abordados e depois levados para a UPA 24 horas pelo SAMU. Samuel foi atingido com um tiro na perna e já recebeu alta médica, já Genivaldo Almeida de 44 anos que foi atingido com um tiro de raspão na cabeça permanece internado.

Duas armas de fogo e uma mochila contendo todo o dinheiro da madeireira foram encontradas no interior do carro. Uma da armas estava nas mãos de Luiz.

O inquérito policial e o flagrante estão sendo de responsabilidade do delegado José Carlos Damian.

Os presos deverão responder por crime de roubo e tentativa de homicídio.

 

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar