CDL INFORMA

NOTÍCIAS

01/08/2018 09:00

Plano safra 2018/2019 é discutido com cafeicultores de Juína

  • Fonte: Juína News
Foto: Juína News

Aconteceu na última sexta-feira em Juína, MT, no plenário antigo da câmara de vereadores uma reunião entre representante da secretaria de agricultura e cafeicultores.

O técnico agropecuário da secretaria municipal de agricultura Eder Weber, disse que o teor da reunião é o de organizar a produção de mudas de café, para o plano safra 2018/2019 e na reunião foi chamado os produtores que fizeram um levantamento e reservas de demanda no mês de maio e a reunião tem como objetivo repassar os custos e orientar como será a preparação do solo para o recebimento dessas mudas, como organizar matérias orgânicas, analises de solo, calcário, acidez de solo e calcário para que a plantação seja bem feita, para que a planta possa dar resultado em um futuro bem próximo.

Eder explicou que foram feitos solicitações de mudas nos meses de abril e maio, onde se fechou com um total de 310 mil mudas de café para ser produzidas no município de Juína e no distrito de Terra Roxa, ficando somente a confirmação dos produtores para iniciar com o plantio das mudas. E se organizar para que o plantio aconteça no início do ano.

Sobre a questão de um possível secador, Eder ressaltou que ainda é cedo para se trabalhar essa idéia, porém no distrito de Terra Roxa existem alguns secadores particulares, onde o café daquela região tem madurado de forma mais precoce, onde já existem também uma associação no distrito que possuiu um secador.

Eder lembrou que existe uma promessa do governo do estado que prometeu um secador, onde se pretende implantar um total de 5 secadores no distrito de Terras Roxa, onde já existe 03 particulares e 1 da associação e um público, onde falta apenas o que foi prometido pelo governo.

O senhor Paulo Hurudenske, secretário de agricultura de Castanheira também participou da reunião com a finalidade de implantar a cafeicultura naquele município também, uma vez que Castanheira não tem o hábito do cultivo do café e nessa reunião estão buscando apoio e forma de aprendizado com o município de Juína para se implantar a cultura do café no município que tem sua economia baseada na agropecuária leiteira e de corte.

O produtor de café da linha 07 na cidade de Juína, Vanderlei Gonçalves, achou importante a integração do produtor com a secretaria de agricultura, onde o mesmo se atualiza nos trabalhos elaborados pela secretaria de agricultura.

Vanderlei ressaltou que a preocupação que mais aflige os produtores, e a secagem do café, sendo que anos atrás a colheita acontecia no fim do mês de junho, onde se iniciava o período de estiagem, porém nos dias de hoje as colheitas se antecipam para o início do mês de abril onde ainda são épocas de chuvas na região. E cabe ao produtor de organizar na secagem para dar uma melhor qualidade no produto.

Segundo Vanderlei a produção de café no município caiu aproximadamente de 70 a 80% em relações aos anos 80, 90 e 2000.

Vanderlei mencionou a existência de uma máquina que beneficia o café lá no setor em que o mesmo reside, onde se limpava em média doze mil sacas de café por ano, e hoje limpam apenas 1.500.00 sacas de café por ano, fator que se deve ao baixo valor do produto e a alta dos defensivos e insumos agrícolas que são calculados através do dólar (U$) onde os insumos que estão em alcance dos produtores são de baixa qualidade.

Vanderlei afirmou que dificilmente Juína voltará a produzir café como na década de 80, uma vez que a terra está fraca e também o incentivo ao agricultor praticamente não existe mais, e, além disso, a mão de obra para se trabalhar nas lavouras de café está cada vez mais escassa. Segundo Vanderlei hoje exige muito investimento, pois a terra está bastante devastada.

 

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar