CDL INFORMA

NOTÍCIAS

31/07/2018 16:22

Mc Loma é proibida de fazer shows por não estar matriculada na escola

Produtora que cuida da carreira da cantora foi multada por não seguir as exigências estabelecidas pela Vara Regional da Infância e Juventude

  • Fonte: QUEM
Foto: Reprodução

Um show de Mc Loma e as Gêmeas Lacração foi cancelado em Recife por impedimentos legais. Isso porque a cantora, que tem 15 anos, não está frequentando a escola nem mesmo está matriculada em uma. Por conta disso, Vara Regional da Infância e Juventude da cidade multou a produtora que agencia os trabalhos da artista, visto que ela não tem seguido as regras obrigatórias que autorizam um jovem menor de idade a trabalhar.

As Gêmeas, que são dançarinas, já são maiores de idade. O clube Metrópole, onde o trio se apresentaria no dia 15 de setembro, emitiu um comunicado oficial falando sobre a situação da jovem.

"Após um mês de incessantes e-mails, telefonemas e mensagens com os produtores da artista, fomos informados pela Start Music que Mc Loma não conseguiria regularizar as suas condições de trabalho, exigências estabelecidas pela portaria nº 004/2011, da Vara Regional da Infância e Juventude da 1ª Circunscrição Judiciária-TJPE, que disciplina a participação de criança e adolescente em espetáculos públicos, pois não está sequer frequentando a escola e nem está matriculada, o que lamentamos muitíssimo", diz o comunicado publicado no Instagram da casa de shows.

O trio ficou famoso Brasil no Carnaval, quando a música "Envolvimento" estourou na folia. Procurado por QUEM, o empresário das artistas, Marcelo Fernandes, afirmou que a assessoria de imprensa do trio está preparando um comunicado para esclarecer o assunto.

Leia, na íntegra, o comunicado divulgado pelo clube Metrópole:

"O Grupo Metropole recebeu um comunicado da produção da artista MC Loma (@mclomaofficial) informando o cancelamento das suas apresentações no sábado (15/09), no Clube Metrópole por meio da festa Preparada, e no domingo (16/09) no Trio da Metrópole, na Parada da Diversidade. Nesta negociação iniciada em abril de 2018 com a produtora Start Music, que administra a carreira de MC Loma, o Departamento Jurídico do Clube Metrópole teve todos os cuidados em relação à documentação da artista – que é menor de idade. Por sua vez, a produtora da artista assegurou, durante todo o processo de contratação, que as apresentações de MC Loma estavam plenamente autorizadas pelos órgãos competentes, com toda a documentação necessária para garantir as suas apresentações em eventos.


O Clube Metrópole confiou nas informações repassadas pela Start Music, até porque já foram inúmeros os shows no Brasil e na própria capital Pernambucana em que se apresentou MC Loma. Porém, para surpresa do Clube Metrópole, recebemos informações que após recente apresentação no Recife, os responsáveis foram multados por não possuir a documentação necessária para apresentação da artista. Tomando conhecimento sobre eventuais impedimentos legais para a realização do show de MC Loma, o Grupo Metrópole acionou o seu Departamento Jurídico no intuito de esclarecer os fatos e garantir a realização da apresentação da artista, mas sempre prezando pela legalidade – como agimos permanentemente no Grupo Metrópole. Após um mês de incessantes e-mails, telefonemas e mensagens com os produtores da artista, fomos informados pela Start Music que MC Loma não conseguiria regularizar as suas condições de trabalho, exigências estabelecidas pela portaria nº 004/2011, da Vara Regional da Infância e Juventude da 1ª Circunscrição Judiciária-TJPE, que disciplina a participação de criança e adolescente em espetáculos públicos, pois não está sequer frequentando a escola e nem está matriculada, o que lamentamos muitíssimo".

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar