CDL INFORMA

NOTÍCIAS

10/07/2018 15:10

Cronologia: veja as decisões tomadas sobre soltura de Lula neste domingo

Rogério Favreto, desembargador plantonista do TRF-4, voltou a determinar a liberdade de Lula.

  • Fonte: G1
Foto: Reprodução

Desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) tomaram decisões divergentes neste domingo (8) sobre a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Nesta segunda-feira (8), a Procuradoria-Geral da República solicitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que julgue o pedido de liberdade apresentado pela defesa de Lula ao TRF-4. O caso aguarda decisão da ministra Laurita Vaz, presidente do STJ.

Veja as decisões a seguir:

Desembargador federal plantonista do TRF-4, Rogério Favreto decidiu conceder liberdade a Lula.

Juiz Sérgio Moro afirmou que o desembargador plantonista não tinha competência para mandar soltar Lula.

Favreto emitiu um novo despacho, reiterando a decisão de mandar soltar o ex-presidente.

Ministério Público Federal pediu a reconsideração da decisão sobre o pedido de soltura.

Desembargador federal João Pedro Gebran Neto, relator dos processos da Lava Jato em segunda instância, determinou que não fosse cumprida a decisão de Favreto.

Desembargador federal plantonista do TRF-4, Rogério Favreto voltou a ordenar a soltura do ex-presidente Lula.

Presidente do TRF-4, desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, decidiu manter a prisão, afirmando que não caberia ao magistrado de plantão decidir sobre o habeas corpus de Lula.

Procuradoria-Geral da República solicitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que julgue o pedido de liberdade apresentado ao TRF-4 pela defesa do ex-presidente Lula.

Desde a batalha de decisões de domingo (8), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recebeu oito queixas (dois pedidos de providência e seis reclamações disciplinares) contra o desembargador Rogério Favreto.

ex-presidente foi condenado no processo do triplex, no âmbito da Operação Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Ele está preso desde abril deste ano em Curitiba.

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar