CDL INFORMA

NOTÍCIAS

13/06/2018 15:27    -   Atualizado em   

Mendes cobra de Taques recurso da bancada federal para equipar novo pronto-socorro

  • Fonte: Olhar Direto
Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

O ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes, ‘virtual’ pré-candidato ao Governo do Estado pelo Democratas, criticou a forma como Estado e Prefeitura de Cuiabá estão lidando com a verba viabilizada pela bancada federal destinada a saúde e principalmente para a aquisição dos equipamentos do novo pronto-socorro da capital. O dinheiro veio para os cofres de Mato Grosso no ano passado e até agora não foi repassada ao município.

De acordo com Mendes, é um absurdo o governador Pedro Taques (PSDB) se comprometer com os deputados federais, senadores e com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) em repassar os R$ 82 milhões para a compra de equipamentos ao novo pronto-socorro e hoje em dia falar em alugá-los.

O democrata também recordou que as tratativas com deputados federais para que o recurso viesse para a compra do equipamento da nova unidade de saúde se iniciaram em sua gestão à frente do Alencastro.

“Há de se esclarecer que em 2016, quando eu era prefeito de Cuiabá, quem começou esta história lá atrás fui eu, fui aos deputados, falei com Fábio Garcia, falei com mais alguns, e a bancada resolveu. Como o dinheiro era R$ 150 milhões, nós não precisávamos de tudo isso para fazer a compra dos equipamentos e ficou acordado então que uma parte do recurso era para comprar os equipamentos do pronto-socorro e outra parte era para reestruturar e melhorar a infraestrutura dos hospitais regionais”, explicou o ex-prefeito em entrevista a rádio Capital FM.

“Como não podia mandar metade para um e metade para outro, acordou-se então que viria para o Governo do Estado, e o Governo repassaria o dinheiro para a prefeitura, mas lamentavelmente o dinheiro ainda não chegou para a compra dos equipamentos. Ouvi dizer pela mídia, por informações que estão correndo nos bastidores, que estavam querendo agora alugar equipamentos. Isso é um absurdo”, avaliou.

No início desta semana, vereadores de Cuiabá fizeram audiência pública com a presença de deputados federais, senadores, além de representantes do Ministério Público Estadual (MPE) para debater onde está este recurso que já deveria estar no cofre do município.

Apesar de ser convidado pelo vereador Dilemário Alencar (Pros), o governador Pedro Taques não compareceu a audiência e nem enviou nenhum representante.

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar

Warning: mysqli_close(): Couldn't fetch mysqli in /home/jnanews/public_html/baixo.php(1) : eval()'d code on line 131