CDL INFORMA

NOTÍCIAS

16/05/2018 16:22

Giovanna Antonelli quebra silêncio sobre polêmica em "Segundo Sol"

"Eu acho que todo pensamento tem que ser visto e revisto, né?", disse a protagonista da novela de João Emanuel Carneiro

  • Fonte: VEJA SP
Foto: Divulgação

A novela Segundo Sol mas estreou e já está provocando polêmica: a trama, que estreou nesta segunda (14) na TV Globo, se passa na Bahia, o estado brasileiro com a maior população negra do país, mas tem apenas três atores negros na primeira fase do folhetim.

Giovanna Antonelli, protagonista da novela de João Emanuel Carneiro, quebrou o silêncio sobre a questão em bate-papo com o programa TV Fama desta segunda (14).

“A novela está com essa polêmica na questão racial, de negros, o que você tem a dizer sobre isso? Porque parece que na escalação total só quatro negros fazem parte do elenco, sendo que a maioria é branca e isso está causando o maior burburinho nas redes sociais“, explicou o repórter do programa.

“Eu acho que todo pensamento tem que ser visto e revisto, né? Toda forma de você falar alguma coisa, tudo que te dá voz eu acho que tem que ser escutado, sim. Ao mesmo tempo, eu acho que a gente também tá contando uma história que foi escrita dessa forma, que vai ser interpretada dessa forma“, disse a atriz.

Esta, no entanto, não é a primeira vez que uma novela estrelada por Giovanna Antonelli é criticada por questões raciais: em 2017, a atriz interpretou a filha adotiva de Kazuo Tanaka, personagem de Luís Melo em Sol Nascente.

A atriz relembrou a polêmica: “Foi o Luís Melo, que não é japonês. Que barato, que ele ficou um japonês exato e ele fez uma composição, não só da caracterização que fizeram nele, como ele como ator. Ele teve uma dimensão de poder ir para um lugar que ele jamais imaginou. Ele virou um japonês. Ele acabou a novela eu já não imaginava mais o Luís sem aquela cara de japonês“, explicou a atriz.

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar