CDL INFORMA

NOTÍCIAS

16/05/2018 15:42

Juína já registra 07 casos de HIV neste ano

  • Fonte: Juína News
Foto: Ilustração da internet

Os casos do vírus HIV vêm aumentando de forma assustadora na cidade de Juína, o que está preocupando a equipe de saúde do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA).


Em entrevista para o Juína News, AnderlEI Colares enfermeiro do CTA explicou que a média de registro de caso do vírus HIV em Juína no ano de 2017 foi de 11 casos confirmado durante todo o ano, e que em 2018 ainda no mês de maio já tem registro de confirmação de 07 novos casos e alertou a população para prevenção do vírus e formas de evitar o contágio que geralmente se dá através de relações sexuais, e que é importante o uso do preservativo que são fornecidos gratuitamente em todas as unidades básicas de saúde do município, e também se encontra em todos os comércios da cidade.


Anderlei ressaltou que o HIV tem crescido no município e isso em grande parte é em função das relações extraconjugais, onde um dos cônjuges adquire o vírus fora e acaba levando para seus parceiros com quem mantém casamento e até mesmo relacionamentos estáveis.
Ele ainda alertou para que toda pessoa que teve uma relação sexual suspeita sem proteção, procure os centros de saúde e até mesmo o CTA para a realização do teste rápido. Sendo o teste rápido uma estratégia de controle onde a pessoa que contraiu o vírus pode ser imediatamente diagnosticada e começa a fazer o tratamento ofertando menos risco de transmissão da doença.


O perfil das pessoas que contraíram o vírus do HIV nos últimos anos na cidade de Juína, em sua maioria são casais jovens com relacionamento já consolidado e até mesmo casado, numa faixa etária dos 20 aos 39 anos.


Colares salientou ainda que é muito importante a prevenção e também o respeito entre os casais, e que a redução de números de parceiros também é uma aliada para que se possa evitar o vírus que infelizmente vem aumentando muito no município de Juína. E finalizou pedindo novamente as pessoas que tiveram uma relação sexual sem uso do preservativo e com pessoa suspeita que procure imediatamente os centros de saúde e até mesmo o CTA para a realização do teste rápido que é totalmente gratuito e sigiloso.


A realização do teste rápido no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) ocorre no horário das 07:00 as 09:00 h (matutino) e das 13:00 as 15:00 h (vespertino). Nos dias de segunda a quinta-feira.

 

Comentários

Ari 16 / Mai / 2018 - 16:59
O cálculo do ministério da saúde, para cada caso, multiplica-se por 6. Pois a probabilidade é de que cada caso já esteja contaminado outras 6 pessoas. Logo, neste contexto, só esse ano já seriam em média 42 casos novos.

Comentar