CDL INFORMA

NOTÍCIAS

16/05/2018 15:32

PM prende jovens que roubavam residências em Chapada dos Guimarães

Os suspeitos, entre eles dois menores de 15 e 16 anos, confessaram que estariam praticando atividade de reconhecimento das residências de veraneio, para no período noturno, praticarem o furto.

  • Fonte: Juína News com Assessoria
Foto: PM/MT

Três suspeitos sondavam ambiente para cometer o crime quando foram presos em Chapada dos Guimarães, na terça-feira (15.05), às 10h30. Um deles, C.A.S.S., 21 anos, estava em cima do muro da residência e ao ver a viatura policial pulou na calçada e tentou fugir juntamente com seus comparsas de bicicleta. A informação de que estariam rodeando a casa no bairro Adolfo Koberstain foi repassada por um PM de folga.

C.A.S.S., 21 anos e N.S.O., 15 foram detidos, o terceiro adolescente D.A.S., 16 anos, foi pego pouco depois em casa. Eles confessaram que estariam praticando atividade de reconhecimento das residências de veraneio, para no período noturno, praticarem o furto. Os indivíduos são conhecidos pela prática de roubos e furtos em Chapada dos Guimarães.

O maior de idade queria que o menor, de 15 anos, assumisse toda a responsabilidade, usando inclusive tom de ameaça. Os policiais ao perceberem a situação, afastaram os suspeitos um do outro. Na oportunidade, o menor alegou que estava querendo sair do mundo do crime, mas não tem conseguido por conta das ameaças que vem recebendo de possíveis integrantes de facções criminosas, obrigando-os a efetuar furtos nas residências.

Na ação, alguns integrantes fazem o levantamento das residências e outros cometem o crime, seguindo ordens de criminosos superiores.  No celular do menor havia as diretrizes recebidas a respeito de uma residência que seria invadida naquela data. 

Temendo a própria vida, o menor pediu ajuda para ser internado e se livrar dos vícios das drogas, pois enquanto não consegue tratamento, “o jeito é continuar matando e roubando”, afirmou ao policial.

As armas utilizadas no crime foram localizadas na casa de C.A.S.S., sendo dois simulacros semelhante à pistolas. No local, além da mãe do suspeito (J.S.) que autorizou a entrada dos policiais, estava também D.A.S., que tinha fugido do grupo, e que também é seu filho. Ela acompanhou os menores durante o registro do Boletim de Ocorrência.

Diversos produtos que não tinham comprovação de origem, como aparelho de som, videogame playstation, DVD, sacola com bijuterias, binóculo, bomba compressor tubo ar, furadeira, entre outros que os mesmos não souberam explicar a procedência, além dos simulacros foram apreendidos. 

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar