CDL INFORMA

NOTÍCIAS

09/05/2018 17:33

Seminário debate combate ao desmatamento ilegal na Amazônia

Sema e Ibama coordenam evento que segue até quinta-feira (10) no auditório da secretaria estadual.

  • Fonte: Juína News com Assessoria
Foto: Divulgação

O combate ao desmatamento ilegal na Amazônia é tema do seminário organizado pela secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com o Ibama, que teve início nesta quarta-feira (09.05) e segue até amanhã no Auditório da Sema.

O objetivo do evento é que servidores de diferentes instituições, e que estão envolvidos em políticas públicas de combate ao desmatamento em Mato Grosso, troquem ideias e experiências como forma de aprimorar os procedimentos para a redução das taxas no estado. 

Na abertura do seminário, o secretário André Baby destacou que ao longo do ano a intenção, tanto da Sema como do Ibama, é que equipes que vão a campo em ações de combate e fiscalização possam se reunir para discutirem planos de trabalho e estratégias. "Estamos comprometidos com força total e acreditamos no empenho e esforços de cada instituição para que Mato Grosso cresça e se desenvolva de forma sustentável" declarou. 

A superintendente do Ibama em Mato Grosso, Lívia Martins, destacou a parceria de órgãos federais e estaduais que atuam no combate e controle do desmatamento, trabalhando de forma integrada e complementar para alcançar resultados mais efetivos. "Nosso objetivo é sempre trabalhar de forma integrada, respeitado a diversidade de cada instituição. Este seminário traz a oportunidade para que os servidores conheçam os fiscais e possam trocar experiências e aprimorar os procedimentos".

Após cada apresentação técnica os servidores puderam tirar dúvidas, contar suas histórias, exemplificando com ações que deram ou não certo. Entre os temas apresentados estão as prioridades na proteção ambiental, a transparência dos dados, o trabalho conjunto de instituições parceiras, formação de equipes de alto desempenho na detecção de fraude e formas de combate aos ilícitos.

 

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar