CDL INFORMA

NOTÍCIAS

14/11/2017 14:32

Polícia Civil prende 8 com maconha, veículo e balança em Tangará da Serra

  • Fonte: Juína News com Assessoria
Foto: Assessoria | PJC-MT

Oito pessoas foram presas na posse de dois quilos de maconha, no município de Tangará da Serra (239 km a Médio Norte), durante ação na tarde de segunda-feira (13.11), da Polícia Judiciária Civil, visando o combate ao tráfico de  drogas na região.

O trabalho resultou também na apreensão de dois veículos, balança de precisão, além de apetrechos para o comércio de entorpecente.

Os irmãos, Nailton Alves Cesário e Adrenilton Alves Cesário, Rafael Mendes de Oliveira, Carlos Henrique da Silva Santos, José Vitor Marques dos Santos, José Pastor da Silva Alves, Carlos Eduardo da Costa, e a suspeita Karolayni Cristina Lemes, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores.

Os suspeitos foram surpreendidos pelos policiais civis, coordenados pelo delegado de polícia Nélder Martins Pereira, em diligências no setor central, proximidades da praça do "Memorial". Os policiais apuravam denúncia sobre uma possível transação de droga que seria feita por um grupo de traficantes.


Em ato contínuo, os policiais abordaram Adrenilton e Rafael, no momento que estacionavam em um veículo Gol, em frente uma residência, onde se encontrava José Vitor, Carlos Eduardo e mais um adolescente. Durante campana, os policiais efetuaram a prisão do primeiro, identificado como Nailton Alves, que conduzia um veículo Prisma, com registro de roubo cometido na cidade de Poconé, em setembro deste ano. 

Na ocasião, foi feita a abordagem dos envolvidos e com eles apreendido dinheiro, aparelhos celulares e significativa quantidade de maconha, que estava em uma sacola já embalada pronta para venda.

Diante do flagrante, os policiais civis entraram na casa e encontraram José Pastor e Karolayni. Nas buscas foi localizado cerca de dois quilos de maconha espalhados pelos cômodos do imóvel, R$ 1 mil, em dinheiro, balança de precisão, entre outros materiais usados para o tráfico.

Conforme o delegado de polícia, Nélder Martins Pereira, “investigações continuam com objetivo de identificar outros envolvidos”.

A ação foi realizada pelos policiais civis da Delegacia de Tangará da Serra, com apoio do Grupo Armado de Resposta Rápida (GARRA) e do Núcleo de Inteligência (NI) da Delegacia Regional de Tangará da Serra. 

Comentários

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Comentar